Páscoa: ovos de chocolate ao leite dominam mercado; saiba diferenças para amargos

A pouco mais de uma semana para a Páscoa, os consumidores correm contra o tempo para comprar ovos de chocolate nos mercados e supermercados. A data, lembrada pelos doces, e, antes de tudo, pelo significado religioso, nunca combinou com boa nutrição entre a maioria dos chocólatras.

Mas este cenário vem mudando com o desejo de cada vez mais pessoas de levar uma vida saudável. O chocolate ao leite continua sendo o mais consumido no Brasil, conforme as pesquisas mais recentes, e dita a indústria. Aos poucos, porém, as empresas alimentícias estão ofertando mais produtos com menos açúcares e carboidratos.

“Eu diria que esse é o tema hoje (chocolates “mais saudáveis”). É um tema latente, ainda mais depois da mudança de legislação do farol nas embalagens e possibilidade de taxação. Toda a indústria está atenta, mas é aquela coisa: o hábito de consumo do brasileiro continua sendo mais para o chocolate ao leite”, contou à Alpha FM o coordenador de marketing da Cacau Show, Victor Tadeu da Costa.

A mudança referida é sobre a rotulagem nutricional. No fim de 2020, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou novas regras, que previam a exibição em tamanho claro de informações como alto teor de sódio, gordura saturada e açúcar adicionado.

Já o Imposto Seletivo, apelidado de “imposto do pecado”, está em debate no Congresso depois de ser incluído na reforma tributária. A taxação extra busca desencorajar o consumo de produtos e serviços prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente.

Voltando aos chocolates, o processo de fabricação, os ingredientes agregados, além do teor de cacau, determinam os benefícios à saúde. Segundo os nutricionistas, quanto maior o porcentual de cacau, melhor, desde que em porções adequadas. Cacau é fonte de vitamina C e tiamina, além de magnésio e zinco, e possui ação antioxidante e anti-inflamatória.

Chocolate ao leite

Costuma ter até 30% de cacau, leite e açúçar. Há centenas de ovos de Páscoa disponíveis.

Chocolate meio amargo

Contém entre 40 e 50% de cacau, manteiga de cacau e açúcar. Poucas opções no mercado.

Chocolate amargo

Acima de 50% de cacau. Feito com grãos de cacau torrados, pouco açúcar e, geralmente, sem leite. Bem menos que os ovos ao leite, mas algumas opções. A reportagem encontrou três com 80% de cacau (Chocolat Du Jour, Borussia e Rose Petenucci), duas dezenas com 70% de cacau e três com 60% de cacau (Brasil Cacau, Cacau Show e Espírito Cacau). A reportagem ressalta que não provou qualquer um dos itens.

Veja também: Quais passeios fazer com as crianças na Páscoa?

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados