Beatles ganharão quatro filmes biográficos, um para cada integrante

Produções devem estrear ao mesmo tempo, em 2027, e contarão com direção de Sam Mendes; membros remanescentes e famílias dos saudosos integrantes apoiaram o projeto

Ao longo dos anos, os Beatles ganharam diferentes produções cinematográficas. Por exemplo: em relação às séries, o Fab Four teve sua história explorada em “The Beatles Anthology” e, mais recentemente, “Get Back”. Agora, o grupo terá quatro filmes biográficos, um para cada integrante.

Nesta terça-feira (20), a Variety divulgou que o diretor Sam Mendes, vencedor do Oscar por “Beleza Americana” (1999), vai adaptar a trajetória dos Garotos de Liverpool com quatro diferentes longas-metragens. Como explicou, a ideia é trazer o ponto de vista de cada um dos membros.

“Estou honrado por contar a história da maior banda de rock de todos os tempos e animado por desafiar a perspectiva do cinema.”

Conforme o veículo, Paul McCartney, Ringo Starr e as famílias dos saudosos John Lennon e George Harrison concederam os direitos musicais aos filmes, como também seu apoio. Esse é a primeira vez que demonstram a atitude em relação a um longa-metragem roteirizado.

A Sony Pictures Entertainment ficará responsável por financiar e distribuir os projetos. Até o momento, a expectativa é de que saiam simultaneamente em 2027. Detalhes sobre os planos de lançamento serão compartilhados posteriormente, mas o estúdio promete uma estratégia “inovadora”.

Não há roteirista ou elenco confirmado. Além de dirigir, Mendes assinará a produção ao lado de Pippa Harris e Julie Pastor. Aliás, Harris destacou em comunicado:

“Pretendemos que esta seja uma experiência cinematográfica épica e emocionante: quatro filmes, contados a partir de quatro perspectivas diferentes, que contam uma única história sobre a banda mais célebre de todos os tempos. Ter a bênção dos Beatles e da Apple Corps para fazer isso é um privilégio imenso.”

Sam Mendes e Beatles

Sam Mendes também é creditado em “Skyfall” (2012), “1917” (2019) e “Império da Luz” (2022). Segundo Pippa Harris, o diretor teve a ideia para os quatro filmes dos Beatles há mais de um ano. Em suas palavras, a materialização do projeto “é uma prova de seu brilho criativo e poder de persuasão, com Paul McCartney , Ringo Starr, Sean Lennon e Olivia Harrison respondendo de maneira entusiasmada quando souberam”.

Por fim, ela acrescenta: “O que é realmente emocionante é que Sam tem a liberdade de mergulhar na vida de cada um dos Beatles, sem limites e sem a sensação de que a banda quer que ele conte uma versão ‘autorizada’ específica sobre seu sucesso.”

Novos conteúdos

Relacionados

Relacionados